fbpx

Afinal, quais são os dons da Alta Sensibilidade?

Afinal, quais são os dons da Alta Sensibilidade?

Por vezes, estamos tão mergulhados nos desafios de ser uma Pessoa Altamente Sensível, que nos esquecemos dos incríveis dons da Alta Sensibilidade. Assim, este post é um lembrete ou até, como se diria em inglês, um wake up call — uma chamada para despertar — do transe do não merecimento, do transe “há algo de errado comigo”.

Por todo o mundo existem pessoas que nasceram com um sistema nervoso desenhado para captar os estímulos externos (ambientais, sociais, sensoriais) e internos (pensamentos, emoções, dores, etc.) de forma intensa e profunda. Esse grupo constitui cerca de 20% da população, o que não é pouco (!).

Este traço de personalidade (mais precisamente traço de temperamento, porque nascemos com ele) foi batizado de Alta Sensibilidade de Processamento Sensorial (em inglês Sensory Processing Sensitivity), conhecido mais comummente por Pessoas Altamente Sensíveis (em inglês Highly Sensitive People).

Se ainda não fizeste o Teste de Alta Sensibilidade, clica AQUI ou partilha com alguém.

A realidade é que a Alta Sensibilidade pode trazer alguns desafios como, por exemplo, ficar mais facilmente hiper estimulado a nível do sistema nervoso, o que pode levar a episódios de fadiga e sobrecarga; ou haver uma tendência à ruminação de pensamentos que se colam e entram em loop, o que pode levar a ansiedade ou depressão. No entanto, já paraste para contemplar que esta característica do sistema nervoso traz consigo também uns poderes incríveis?

É, de facto, como diz a Dra Elaine Aron, a psicóloga que detetou este traço nos anos 90, um “pacote” que inclui muita coisa. E não podemos ter umas, sem ter as outras. Pois é!

Abaixo partilho contigo 3 dons que a Alta Sensibilidade aporta para te empoderar cada vez mais nesta jornada. Ao trazer à consciência estas virtudes, podes começar a relacionar-te contigo com mais autocompaixão e autoconfiança.

  1. ALTO GRAU DE EMPATIA


    A maior ativação a nível dos neurónios espelho do nosso cérebro faz com que as Pessoas Altamente Sensíveis (PAS) possuam um alto grau de empatia.

    Este nível de compaixão permite às PAS desempenhar cargos em que a empatia é um fator importante como, por exemplo: profissionais de saúde, terapeutas, coaches, assistentes sociais, psicólogos e psiquiatras, professores, ativistas, veterinários, artistas, advogados de direitos humanos ou ambientais, etc.

    Isto quer dizer que temos um papel muito importante neste planeta! Por isso, se investirmos tempo no nosso autocuidado, estabelecer limites saudáveis, praticar meditação mindfulness, trabalhar a autoestima, entre outros, vamos estar aptos a dar o nosso melhor neste mundo que tanto precisa de carinho e sensibilidade. E nós temos esse poder!

  2. TOMAMOS DECISÕES CONSCIENTES


    Pois é, a estratégia típica de uma PAS é observar bem e analisar os detalhes que o seu sistema nervoso está a captar, para depois tomar uma decisão consciente. Se tens um desafio a tomar decisões lê ESTE POST.

    Consegues imaginar uma equipa de trabalho sem uma PAS que verifique um projeto à procura de possíveis erros? Que analise uma situação de todos os ângulos? E que, ao mesmo tempo, use a sua intuição inata no processo?

    Há que exsitir sempre um equilíbrio entre a observação e a ação. E nós somos o yin (contemplação) do yang (ação). Sem os dois, não existe harmonia no universo.

    Por isso, sempre que tenhamos o nosso sistema nervoso equilibrado e a nossa mente calma, imagina o que somos capazes de fazer!

  3. REAGIMOS MUITO BEM AO POSITIVO


    Por um lado, somos mais sensíveis à adversidade, que nos pode impactar de uma forma negativa. Por exemplo, a investigação indica que crianças altamente sensíveis que passaram por uma infância / adolescência difícil, estão em maior risco de sofrer de ansiedade ou depressão na idade adulta, do que uma criança que não é altamente sensível.

    Mas (mas!), por outro lado, sabias que as PAS reagem melhor a ambientes que lhe são favoráveis? O que implica, por exemplo, que reagem mais rapidamente a terapias naturais, ou que equilibram o sistema nervoso mais efetivamente quando começam a meditar, ou que têm resultados com menos sessões de terapia de saúde mental, ou acalmam mais depressa com uma caminhada na natureza ao absorver toda a beleza sensorial. Ou seja, conseguimos aproveitar mais do que nos é benéfico.

    Não é maravilhoso?

    É mesmo como diz a Dra Elaine Aron: a Alta Sensibilidade é um pacote. Se investirmos tempo em cuidar-nos, florescemos!

    E se precisares de ajuda nesta jornada, estou aqui para te apoiarNão estás sozinho!

A maior descoberta da vida é a autodescoberta. Até que te encontres, serás sempre outra pessoa. Torna-te tu mesmo!

Myles Munroe

E tu, como expressas estes dons da Alta Sensibilidade? Já tinhas parado para pensar neles? Partilha na secção de comentários a tua experiência.

a

Sofia Loureiro | BSc • MNat • PhD

Terapeuta Natural & Mentora de Pessoas Altamente Sensíveis • Autora • Palestrante

Especializada em Pessoas Altamente Sensíveis • HSP Certified Nickerson Institute • Terapeuta da Dra Elaine Aron List

o

Partilha com o Mundo:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.