fbpx

Como expandir o poder da intuição que vem com a Alta Sensibilidade

Como expandir o poder da intuição que vem com a Alta Sensibilidade

É tempo de confiar num dos grandes dons da Alta Sensibilidade: a nossa profunda INTUIÇÃO. Mas afinal: o que é isso e como isso se faz?

Já te aconteceu entrares num lugar e saberes que algo de errado se passa? Ou conheceres alguém e perceber de imediato as suas intenções?

A intuição tem muitas definições como, por exemplo, a faculdade de saber algo sem recorrer ao nosso raciocínio ou lógica. É um conhecimento que vem dos dados que vamos acumulando a nível inconsciente. Ou de uma forma simples: saber coisas, sem saber como as sabemos. E todos nós nascemos com esta capacidade. No entanto, as Pessoas Altamente Sensíveis (PAS) têm normalmente esta parte mais acentuada devido ao profundo processamento de informação a nível do sistema nervoso.

Por um lado, segundo a Dra Elaine Aron, as PAS levam mais tempo a tomar uma decisão consciente devido ao seu elevado espírito de análise, mas por outro, são mais rápidas a fazer escolhas quando aprendem a confiar na sua intuição inata.

Então, o desafio é começar a reconhecer e confiar na intuição como um fator a ter em conta. Chegou a altura de escutar essa voz, em vez de reprimi-la como sucede com frequência só para agradar aos outros ou encaixar no modelo de uma sociedade que privilegia mais a parte racional do nosso ser.

Abaixo partilho contigo 3 passos que te vão ajudar a entrar em contacto com o poder da intuição e da tua sabedoria interior.

  1. PRATICA O RASTREIO CORPORAL


    Ter consciência das sensações a nível do corpo é um passo importante para entrar em contacto com as mensagens do teu interior.

    Existem muitas formas de fazer o body scan (rastreio corporal). Podes experimentar algo tão simples quanto reservar 5 minutos por dia para te sentares (ou deitares), fazer umas respirações profundas, e de forma tranquila e lenta levares a tua atenção plena (mindfulness) ao presente e às sensações que vais encontrando desde o topo da tua cabeça à ponta dos pés.

    O importante é não fazer juízo de valores sobre o que vais sentindo. Ou seja, não começar a classificar as sensações como “más” ou “boas” de modo a dar-lhes espaço para se expressarem tal e como são.

    Recorda que esta deverá de ser uma prática regular em que páras para te dar atenção. Assim, irás ter a oportunidade de viver menos no rodopio dos pensamentos ruminantes e mais no teu corpo e no teu sentir.

  2. PASSA TEMPO DE QUALIDADE NA NATUREZA


    Afasta-te da tecnologia e do frenesim do dia a dia e mergulha no mundo natural a que todos pertencemos. Sabias que como estratégia de sobrevivência, quando estamos na natureza o cérebro está a processar uma vasta gama de informação a nível consciente e inconsciente?

    Foca-te no presente entrando em contacto com os teus sentidos. Nos teus passeios pratica escutares os sons que te envolvem, cheirar os aromas, observares o que te rodeia e até sentir a textura de uma árvore.

    Aproveita essa riqueza sensorial e esse enraizamento. Ambos contribuem para expandir a tua intuição.

  3. CONFIA EM TI


    Aprender a confiar (mais) em ti, vai abrir as portas para te escutares com atenção e dissolver a resistência de muitos anos a pensar que o que sentes “não tem valor”.

    Para isso é sempre construtivo trabalhares a tua autoestima. Se achas que tens um desafio nessa área lê este artigo que te vai ajudar: 3 formas de melhorar a autoestima sendo Altamente Sensível.

    Quanto mais confiares em ti, mais claramente vais ouvir e validar a voz da tua intuição.

Tudo isto requer tanto INTENÇÃO como TREINO. Mas acredita que vale a pena. A tua intuição natural vai crescer, vais passar a conhecer-te melhor e até a tomar decisões cada vez mais alinhadas com o teu poder pessoal.

A mente intuitiva é um dom sagrado e a mente racional é uma serva fiel. Nós criamos uma sociedade que honra a serva e se esquece do dom.

Albert Einstein

E tu, confias na tua intuição? Tens alguma história que queiras contar sobre este tema? Partilha na secção de comentários a tua experiência.

Partilha com o Mundo:

4 thoughts on “Como expandir o poder da intuição que vem com a Alta Sensibilidade

  1. Eu acredito na minha intuição e por vezes até tenho medo dela.

    1. Olá Adelaide,
      Penso que o que a Adelaide está a falar é do tipo de empatia que possui.
      Existem diferentes tipos de empatia: física (ex. pessoas que somatizam as dores dos outros), emocional (pessoas que são esponjas para as emoções dos outros; eu, por exemplo!), inuitiva (pessoas que têm percepções através dos sonhos, ou comunicam com os animais e/ou plantas, ou estão em sintonia com as mudanças na natureza, ou comunicam com outras dimensões de realidade, etc.).
      Ao não conhecermos diferentes formas de experienciar a realidade, podemos nos assustar com as nossas próprias percepções.
      Em breve escreverei conteúdo para ajudá-la nesta jornada de descoberta.
      Beijinhos e obg pela partilha.

  2. Olá Sofia,
    É isso mesmo empatia. Eu identifico-me com esponja para emoção dos outros e percepções através dos sonhos. E também acontece com muita frequência estar a pensar numa pessoa e ela de seguida ligar-me. Beijinhos e mais uma vez obrigada pela ajuda.

    1. Certo, em breve vou escrever conteúdo acerca desse tema. Penso que mais pessoas terão essa questão. Beijinhos, Sofia

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.