fbpx

3 Sinais que o Teu Sistema Nervoso está Hiperestimulado

3 Sinais que o Teu Sistema Nervoso está Hiperestimulado

Tendo em conta que as Pessoas Altamente Sensíveis (P.A.S.) processam os estímulos externos de forma profunda, não é de admirar que o sistema nervoso tenha a tendência para atingir um estado de hiperestimulação.

A chave é saber quando estamos a ficar hiperestimulados de modo a fazer uma pausa, dar tempo para a mente acalmar e evitar estados de ansiedade ou esgotamento. Ficas aqui com uma lista de 3 sinais a estar atento:

  1. IRRITABILIDADE


    Se te sentes irritado com facilidade, incluindo em situações em que habitualmente tens o potencial para reagir de forma positiva, este pode ser um sinal de alerta.

    Nestas ocasiões podemos “disparar” à mínima contrariedade. Um comentário de alguém, um atraso nos nossos planos, uma fila de trânsito ou no mercado, parece que tudo está contra nós e que somos um “tic tac” prestes a explodir

  2. ANSIEDADE AO PENSAR NAS TAREFAS A FAZER


    Quando olhas para a tua lista de tarefas do dia e entras em ansiedade por achar que jamais as vais conseguir terminar, ou que não tens capacidade para lidar com elas, ou sentes-te frustrado e incapaz.

    Aqui tens mais um sinal que podes ter o sistema nervoso hiperestimulado. Acontece com frequência quando entramos em modo de “multitasking” para despachar o que temos a fazer e em vez disso o que acontece é ficarmos cada vez mais ansiosos.

  3. NÃO CONSEGUES DORMIR E SENTES-TE CANSADO


    Sempre que o sistema nervoso entra em períodos prolongados de hiperestimulação o nosso padrão de sono pode alterar-se e temos dificuldade em dormir. Descansar torna-se um problema e a mente parece que não consegue parar.

    Quando o sistema nervoso é submetido a demasiados estímulos aos quais não consegue fazer face (ex: demasiadas tarefas, ambientes carregados de gente, muito barulho à nossa volta) a produção de cortisol (a “hormona do stress”) aumenta.

    Demasiado cortisol em circulação leva a um cansaço físico e / ou mental.

Consegues identificar alguns dos padrões acima descritos? Como te sentes após ler este artigo? Usa a secção abaixo de comentários para partilhar a tua experiência.

Partilha com o Mundo:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.